Casa Vicens
A primeira casa de Gaudi

Casa Vicens Tickets

A primeira obra de Gaudi

A Casa Vicens não parece com outras casas feitas por Antoni Gaudí como a Casa Milà ou a Casa Batlló. Essa foi sua primeira grande obra, a inspiração ainda não era naturalista, mas a genialidade do artista já aparece tanto na parte de dentro quanto na parte de fora da casa. Uma obra de juventude que prefigura o que se tornará, alguns anos depois, o modernismo catalão. Um grande trabalho de Gaudi, o oitavo e último a ser premiado pela UNESCO!

A Casa Vicens foi declarada Patrimônio Mundial da UNESCO em 2005 como "Trabalhos de Antoni Gaudí" em conjunção com o Park Güell, a Cripta da Colonia Güell, o Palácio Güell, a Casa Vicens, a Fachada da Natividade, a Cripta da Sagrada Família, a Casa Batlló e a Casa Milà ..

Compre agora a entrada para a Casa Vicens antes 16€ agora 12€

 

Patrocinador da Casa Vicens : Manuel Vicens Montaner

A Casa Vicens foi construída entre 1883 e 1885 no pacífico bairro de Gracia, em Barcelona. Em 1883, Manuel Vicens i Montaner, corretor e investidor, confiou a Gaudí a construção de uma residência de verão. Naquela época, Gaudí tinha 31 anos e estava em seu período mais oriental. Um dos símbolos mais característicos da Casa Vicens são os azulejos "clavelline", uma flor que Gaudí simplesmente encontrou no jardim desta casa. O proprietário, Manuel Vicens Montaner, era um fabricante de azulejos que estava contentíssimo em escolher este jovem arquitecto de 31 anos apaixonado por técnicas, pedras, tijolos e azulejos. A primeira ideia de Gaudí será inspirar-se nos cravos da índia do jardim da Casa Vicens para projetar o padrão impresso de seus azulejos, iniciando assim o que mais tarde se tornaria seu costume de usar a natureza como modelo. Também influenciado pela arte oriental (Índia, Pérsia, Japão), ele fez uma marca para esta casa, que foi recebida com entusiasmo pelos cidadãos de Barcelona da época, muito mais entusiasmo do que suas criações futuras.

 

A inspiração oriental da Casa Vicens Barcelona

No século XIX, o exotismo do Oriente tornou-se moda em toda a Europa, esse fascínio é refletido em todas as expressões artísticas, um fascínio fortemente ligado ao movimento romântico. Quando Gaudí recebeu o pedido, ele foi completamente absorvido por esse movimento, apesar de já ter demonstrado essa sensibilidade. Aproveitando a profissão de ceramista de Manuel Vicens Montaner, ele explorou todas as vantagens oferecidas pelo seu conhecimento oriental. O uso de telhas, gesso, mas também arabescos, tetos trabalhados, marchetaria, fontes e pias. O estilo desta casa pode lembrar a chamada Arte Neomudéjar em referência ao uso desses materiais de construção artística usados pelos muçulmanos para construções no sul da Espanha, especialmente em Sevilha, Toledo e Saragoça desde o século XII.

 

O jardim da Casa Vicens

O jardim está sob a proteção de Santa Rita, cuja missa continua sendo celebrada lá todos os anos no dia 22 de maio. O jardim mostra, desde a sua primeira obra, toda a criatividade do jovem Gaudí. Referindo-se à natureza e à fauna do Mediterrâneo, já delineava sua visão naturalística da arquitetura. Palmeiras, magnólias, rosas, plantas trepadeiras originalmente cercam esta residência para torná-lo um paraíso de frescor orientalista.

 

O exterior da Casa Vicens

Na construção do exterior da Casa Vicens, Gaudí ainda estava procurando por seu próprio estilo. A casa é feita de linhas retas e parece muito simples em suas formas, mas é nos detalhes que aponta sua genialidade que já era inspirada pela natureza. Assim, as folhas das palmeiras-anãs servem de modelo para a magnífica grade de ferro forjada que circunda o edifício. Estes são cravos da Índia ou tagetes, novamente, que inspiram as cerâmicas de cor laranja e verde que cobrem a parede externa. Tijolos, cerâmicas coloridas e pedras servem para reforçar, nas outras três fachadas, formas geométricas e traços orientais. Gaudi era jovem, mas já estava livre das restrições arquitetônicas de seu tempo.

 

O interior da Casa Vicens

O interior da casa é de 698 m2. Sua decoração também foi inspirada na natureza e na Arte Nazarí proveniente de Granada, chão com mosaicos, paredes adornadas com hera trepadeira, teto decorado com estalactites de estuque.

 

O primeiro andar da Casa Vicens

Sua visita começará no primeiro andar, que na época era considerado o andar nobre, o lugar onde as pessoas viviam e recebiam visitas. Há uma entrada, um espaço central que era a sala de jantar que se abre para uma galeria e uma sala de fumantes. Tudo aqui é imaginado por Gaudí que tinha uma incrível sensibilidade aos detalhes. Ele é responsável até mesmo pelo mobiliário de madeira dos quartos que ele supervisionou do começo ao fim. A sala de fumantes é uma obra-prima de habilidade com suas “muqarnas” de estuque pintado, elementos decorativos em forma de favos de mel típicos da arte islâmica, em moda na época. Uma verdadeira sinfonia policromática de azul, verde e dourado com detalhes de tâmaras e folhas de palmeira.

 

A decoração desta sala é dividida em três áreas, a base feita com telhas, a parte intermediária com telhas feitas de papel machê e o teto com uma estrutura de muqarnas de gesso policromada.

 

Outra obra-prima é a sala de jantar com sua decoração vegetal nas paredes e no teto. Um cenário decorado com 32 pinturas de Francesc Torrescassana, um pintor de Barcelona e amigo de Gaudi, que fez grande sucesso no final do século XIX. Um pequeno documentário em vídeo conta como essas pinturas foram meticulosamente restauradas pelos melhores curadores de Barcelona.

 

O primeiro andar

Era o andar íntimo e privado da Família Vicens. Existem três quartos, uma sala de estar, uma casa de banho e um magnífico terraço. Nós permanecemos no mesmo universo vegetal e simbólico. A decoração dos tetos é com cerâmicas e policromia papier-mâché onde domina o verde. Nas paredes, estuques simbolizam samambaias e juncos. A pequena sala tem uma cúpula dourada e magníficos pássaros em voando, em trompe-l'oeil. No banheiro, azulejos cerâmicos colorem o quarto em ocre, azul e branco.

 

O segundo andar

O segundo andar é agora um espaço dedicado à história da Casa Vicens. O visitante descobre modelos, planos, vídeos, infográficos explicando a evolução da casa; da sua construção à sua renovação. Esta exposição é intitulada “A Casa do Manifesto” porque, como você entendeu, este primeiro trabalho de Gaudí já revela o início de um gênio em formação e sua linguagem arquitetônica.

 

O terraço

Não é a criatividade arquitetônica de tirar o fôlego como o terraço da La Pedrera, mas Gaudí já pensava nesta casa que era necessário poder aproveitar o terraço. Assim nasceu este espaço, ladeado por uma passarela. Um engenhoso sistema é usado para coletar a água da chuva. Uma pequena cúpula, telhas e cerâmicas coloridas reforçam ainda mais o espírito oriental do edifício. Graças a uma restauração inteligente, você pode visitar este terraço.

 

Informações úteis

Visite a Casa Vicens de Gaudi

Concluída em 1885, a Casa Vicens foi habitada por 130 anos. Foi comprada pelo banco andorrano MoraBanc em 2014, que realizou um enorme trabalho de restauração para transformar o local em um museu. Foi aberta ao público em novembro de 2017. Desde a sua abertura, a Casa Vicens é uma das obras-primas de Barcelona a ser conhecida sem dúvida.

O ônibus turístico para na Casa (parada Gràcia na linha azul).

 

Preço do ticket da Casa Vicens

  • Entrada adultos: antes 16€ agora 12€
  • Entrada crianças(8-18 anos): antes 14€ agora 10€
  • Entrada crianças (0-7 anos):gratuita

Compre agora a entrada para a Casa Vicens antes 16€ agora 12€

Tour guiado na Casa Vicens

Visitas guiadas em pequenos grupos são oferecidas pelos guias da Casa Vicens. Te permitirá entender com detalhes os simbolismos do lugar, bem como as intenções criativas de Antoni Gaudí e assim vislumbrar a continuação de sua carreira deslumbrante. Após a visita guiada, você poderá ficar o tempo que quiser para aproveitar a Casa Vicens.

 

Idioma do tour guiado:

Inglês

Horário de funcionamento:

Todos os dias às 10h e às 16h

Preço do tour guiado da Casa Vicens:

  • Entrada adultos: antes 19.5€ agora 15.50€
  • Entrada crianças (12-18 anos): antes 17.50€ agora 12.50€
  • Entrada crianças (0-11 anos): gratuito

Compre agora o tour guiado da Casa Vicens por antes 19.50€ agora 15.50€

"As 3 casas de Gaudí" – Entradas diretas a Casa Batlló, Casa Milà e Casa Vicens!

Um pacote de tickets combinados para visitar três das maiores obras de Antoni Gaudí. Economize para descobrir essas três jóias do Modernismo Catalão que são Patrimônio Mundial da UNESCO. Um perto do outro, esses monumentos podem ser visitados em apenas uma manhã ou tarde.

 

O que está incluído?

  • Tickets sem filas para a Casa Batlló, incluindo um videoguia na sua língua.
  • Tickets sem filas para a Casa Milà, incluindo um audioguia na sua língua.
  • Tickets sem filas para a Casa Vicens

Descontos de 10% :

  • Para o Tour Mila & Batllo Exterior, Palau Güell e Colonia Güell.
  • Reserve tickets para a Sagrada Familia e Park Güell.

Super Combo Gaudí preço:

  • Adulto: antes 63€ agora 59€
  • Idoso (65+)    €54.50
  • Estudante    €54.50
  • Criança (13-17)   €56.00
  • Criança (7-12)   €47.00
  • Criança (0-6)   € 0.00

Compre seu pacote "As 3 casas de Gaudí"  agora por 59€ e não por 63€!

 

Horário de funcionamento da Casa Vincens:

A Casa Vicens está aberta todos os dias. Por favor note que o horário de funcionamento varia de acordo com a época do ano:

  • De 2 de Janeiro de 2019 a 31 de Março de 2019 - Segunda de 10:00 às 15:00. Última entrada às 13:40 - Terça a Domingo de 10:00 às 19:00. Última entrada às 17:40.
  • De 1 de Abril de 2019 a 30 de Setembro de 2019 - Segunda a Domingo de 10:00 às 20:00. Última entrada às 18:40.

Horários especiais:

  • A Casa Vicens está fechada dia 25 de Dezembro, 1 de Janeiro e 6 de Janeiro.
  • Dia Especial: 31 de Dezembro a Casa vicens fica aberta até 17h. Mesmo para 22 de Maio por conta da procissão de Santa Rita.

 

Visite a Casa Vicens gratuitamente!

Por favor, note que a Casa Vicens oferece entrada gratuita:

  • Dia Internacional dos Museus em maio de cada ano (em 2019 no sábado, 18 de maio)
  • Noite dos Museus Europeus em Maio (por exemplo, 18 de Maio de 2019)

 

Localização da Casa Vincens

Ela está situada na Carrer de les Carolines, 24

08012 Barcelona, Espanha

Site da Casa Vicens

Você pode chegar das seguintes maneiras:
Metrô - L3-Fontana, L6-Sant Gervasi, L7-Plaça Molina
Ônibus - 22, 24, 27, 32, 87, 92, 114, V17
Com o ônibus turístico (Hop On Hop Off):
Linha azul, desça na parada - Gràcia

Último comentário
Seja o primeiro a comentar !
Por favor, clique no botão abaixo de [Adicionar um novo comentário].
Adicionar um novo comentário Veja os comentários
  1. Seja o primeiro a comentar !
    Por favor, clique no botão abaixo de [Adicionar um novo comentário].

Seu comentário foi enviado e será publicado após verificação

Close